GESTÃO ESTRATÉGICA E CONTROLE DE GESTÃO NO CAMINHO-DE-FERRO REGIONAL: PROPOSTA DE BALANCED SCORECARD PARA A LINHA DO TUA

Francisco José Lopes Sousa Diniz, André Miguel Rodrigues Aleixo Pires

Resumo


As orientações estratégicas definidas nas últimas três décadas para o setor ferroviário em Portugal contribuíram para o progressivo encerramento de vários troços e linhas da rede ferroviária nacional. Esse processo de encerramento e racionalização da rede ferroviária afetou sobretudo o transporte ferroviário regional e penalizou várias regiões e localidades. Em alguns casos, o serviço ferroviário praticamente deixou de existir. Só em Trás-os-Montes encerrou-se 95% da rede ferroviária de via métrica que servia a região, estando apenas em exploração 5% que corresponde ao troço da linha do Tua entre Carvalhais, Mirandela e Cachão (16 km). Este artigo pretende apresentar propostas na perspetiva da Gestão Estratégica para um cenário de uma eventual reabertura da Linha do Tua em toda a sua extensão, com base na apresentação de uma ferramenta de controlo de gestão – o Balanced Scorecard (BSC), um Mapa Estratégico e uma infografia onde constam algumas propostas de investimento. A metodologia é de carácter qualitativo e é um estudo de caso. O método de recolha de dados consistiu na análise documental e revisão de literatura. As considerações finais mostram que a proposta de BSC para a Linha do Tua contribui para avaliar o desempenho da estratégia num eventual cenário de reabertura da linha e permite a gestores, administradores e a representantes institucionais tomarem decisões com base em informação de natureza estratégica.

Palavras-chave


Gestão Estratégica; Balanced Scorecard; Linha do Tua

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


LAJBM está indexada em:

   

 

ISSN: 2178-4833